quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Quem não deve. não teme

Há muitas formas de valorizar um clube. Ganhar troféus, fazer grandes exibições num jogo europeu face a um poderoso e mediático adversário, contratar um bom jogador, ser um exemplo de fairplay dentro e fora do campo. Mas para além de todas estas, mais óbvias, há uma outra que é transversal e encontra-se na génese de todos os caminhos para o sucesso - a auto-estima e a identidade.

Ao declarar que nesta edição da Taça da Liga, o Sporting "só" iria apresentar segundas linhas da equipa (convém lembrar que os regulamentos não permitem outra coisa e o protesto do Sporting tinha como base precisamente o incumprimento dos regulamentos por terceiros) o clube defendeu a sua auto-estima e a sua identidade. Se as leis não fizeram a justiça que todos aceitavam como lógica, o Sporting expressou a sua indignação correspondendo à desvalorização da prova, acompanhando a mesma atitude tomada pela parte da justiça desportiva. Quem desvaloriza a espertalhice do FC Porto está a tomar como aceitável e insignificante para a verdade desportiva a desonestidade do incumpridor. Isso é, antes de tudo, desvalorizar a seriedade do troféu.

Não sei que ilações tiraram as entidades responsáveis desta participação do Sporting, mas o que eu sei é que levaria este "protesto" até onde fosse possível, até que alguém se lembre de pensar e tomar alguma atitude que sane a origem do mesmo.

No plano desportivo, esta Taça, já o disse aqui, encaixa como uma luva na cultura do Sporting. Apostar em jovens é uma capacidade e uma coragem que nem todos possuem, tal como atletas com essa capacidade. Não fomos os únicos a usar jogadores da equipa B ou até juniores, mas fomos os únicos que poupámos todos os titulares da equipa principal. Isso "poupou" desgaste físico e emocional...e permitiu a afirmação de muitos jovens jogadores. Para Esgaio, Gauld, Tobias, Geraldes, Wallyson ou Podence esta prova foi um enorme salto nas suas carreiras. Provaram que não desmerecem face à maior parte dos jogadores da I Liga e têm todas as condições de vir a pertencer, em breve à sua elite.

Ao contrário do que muitos desejavam, o Sporting não foi continuamente derrotado, não foi goleado, nem fez más exibições. O seu apuramento é até ainda possível, embora sejamos honestos, o Belenenses e o Setúbal têm mais hipóteses de o conseguir. Mas a pergunta que deixo é: e mereceram-no no plano do futebol jogado? É que desafio a alguém dizer qual foi a equipa neste grupo que jogou melhor que o Sporting...pois.

Quem não deve, não teme. E o Sporting nada ficou a dever à sua...auto-estima e identidade.

SL


9 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Menos...DeMota ok. Publicidade a outros blogs é que não

      Eliminar
  2. Desde sempre aprendi que o Sporting entra em todas as Competições para as vencer dando o seu máximo de si, independentemente das Birras que existam entre os seus Dirigentes e as Entidades que organizam as várias competições. Um Grande Clube faz-se de pequenas e grandes Vitórias. No Atual Sporting nem pequenas nem grandes Vitórias, é o deserto total.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, o que tu chamas birra...foi uma trapaça do porto para iniciar o jogo mais tarde e assim saber quantos golos tinha de marcar...só por acaso isso veio-lhes a dar o apuramento com um golo nos últimos minutos. Castigo? Nada. 300 euros ou lá o que foi. Os regulamento indicavam claramente para a atribuição de derrota no jogo. O tal clube que falas que entra sempre para vencer primeiro tem de dar-se ao respeito. É que sem uma coisa, não existe a outra.

      Eliminar
    2. se não vês uma pequena grande vitória nesta participação na tacita da cervejita, muda de oculista!

      Eliminar
    3. se não ves pequenas grandes vitórias nisto:

      - o SCP quase que se apura a jogar sem um UNICO titular em 4 jogos
      - em nenhum jogo o nome do SCP ficou mal tratado
      – a aposta nesta taça que nos deu TOBIAS (sim claro, estava prontissimo, ja devia estar a jogar na A há muito..pois pois**) e GERALDES (sim, claro, nao era preciso esta comeptiçao, p gajo era bom, ja se sabia… nem na B jogava um piço mas nao havia duvidas do valor e ter jogado nesta tacita nao alterou nada);
      – a aposta nesta taça que nos vai dar rapidamente GAULD e WALLYSON (sim , já se sabiam que eram muita bons e ja deviam andar na A há muito!!!***)


      é triste, muito triste:
      – ter memoria fraca e esquecer a tristeza e falta de respeito com que fomos tratados nesta competiçao em duas epocas diferentes
      – aparecer agora contra a da opção tomada. quando ganharam ao guimaraes e ao boavista pouca gente se queixou!
      (tipico bipolarismo sportinguense, perdeu-se a hipotese de passar e já sao todos uma merda, os tipicos sabichoes que aparecem quando corre mal… “eu bem avisei”)

      ** o tal que os muitos experts da B diziam que so fazia merda na B
      *** o Gauld, que para alguns experts faltava cabedal! sem esquecer que foi um flop e que gastar aquele dinheiro num puto nao faz sentido nenhum



      eu sei que o que interessa é a nossa casa mas:
      e a formçao do seixal… foda-se.. tiveram 10 pontos de vantagem no campeonato, sao a nova formação de portugal, já perderam a vergonha na europa e nem minutos de jeito dao às novas perolas??
      epá! isso é porque eles sabem o que é importante, títulos e só se ganham ganhando com os A… isso ou nem confiam na sua “super formação”!

      PS: heraclides, vai dar uma volta pá!

      Eliminar
  3. A primeira grande vitória terá que ser - há-de ser! - a económico financeira; depois, as pequenas - que hão-de ser cada vez maiores - as desportivas!
    Mais PER's não, por favor.

    ResponderEliminar
  4. Se passarmos, voto em mantermos a palavra e irmos à luz com estes jogadores que em nenhum jogo nos envergonharam! Venha de lá o que vier...
    Uma pequena vitória já está na equipa A. Tobias se não fosse lançado em Guimarães e contra o Boavista provavelmente agora não estava na equipa A. Sarr era a opção natural se Tobias não tem jogado...
    SL.
    Basco "O Leão"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. nem admitia outra atitude nem vejo o SCP a tomar outra

      Eliminar