segunda-feira, 29 de junho de 2015

O fim da inocência

Os brandos costumes com que se resume muitos outros defeitos aqui no burgo não são coisas de elogiar. São problemas e têm de ser atacados.

Depois da AG de ontem à tarde, o assunto tornou-se ainda mais evidente. Fica muito difícil ouvir e reflectir nos números da auditoria e ainda defender a relativização das consequências ou mesmo a falibilidade do ser humano. Tantas e tantas recomendações de calma e ponderação, união da família sportinguista, acusações de caça às bruxas por parte desta direcção tornam-se ridículas face à realidade do que foi a operação financeira (já nem falo da desportiva) e patrimonial durante quase 20 anos no Sporting.

Todos estamos sujeito a avaliação, crítica, punição em casos de erro grave e de forma continuada. Godinho Lopes ou compadres estarão a um nível superior desta condição? Porque é Sportinguista? Não deveria como apaixonado do clube ter sido o primeiro a dizer não, a ser contra, a tentar contrariar as fábulas imobiliárias com que se enganaram os sportinguistas? Não terá existido uma parte muito grande de "homem de negócios" e "parceiro de confiança" do mundo da elite do compadrio económico que falou mais alto (durante mais de 10 anos) que o seu amor ao clube?

Não terá Godinho Lopes achado que o poder de influência dos seus comparsas, a tão famigerada "ala do croquete" seria sempre capaz de adiar o conhecimento público de tantos actos de absurda tomada de decisão, até ao dia em que um magnata árabe qualquer compraria as dívidas contraídas?

Eu penso que sim. Isso é grave. Isso não merece perdão face à sua filiação clubística...merece ainda maior castigo!

Poderia eu ser perdoado por agredir um cidadão, apenas porque sou sportinguista como ele?
Poderia eu ser perdoado por entrar em Alvalade e roubar uma caixa registradora, apenas porque sou sportinguista?
Poderia eu ser perdoado por deixar o clube na falência e ainda assim tudo fazer para que quem me sucedeu tivesse todas as hipóteses de falhar?
Poderia eu ser perdoado por não comparecer junto dos meus pares a defender a verdade e preferir ir defender a mentiras da Doyen contra o meu clube?

A expulsão de Godinho Lopes de sócio não me faz sentir vingado, feliz ou ressarcido. Faz-me sentir envergonhado por ter gente deste calibre na história do meu clube e por ter, eu também, sido conivente durante anos com o Projecto Roquette. Eu que "não tenho onde cair morto" andei a bater palmas e defender a mestria da governação leonina, enquanto os nobres barrigudos andavam a encher os bolsos uns aos outros e a rir da estupidez e voluntarismo de labregos como eu.

A expulsão de Godinho Lopes é a expulsão da inocência de todos os Sportinguistas.

SL

15 comentários:

  1. Claro que em plena purga, o fim da inocência , não inclui rici , coincidências certamente

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tu sabes isso? É que eu não sei nem que papel teve Ricciardi antes ou agora. Mas quem sabe o caro anónimo partilha essa sabedoria aqui neste blog.

      Eliminar
  2. A maior coincidência de todas é os visados serem antigos membros da Direcção do Clube, o que curiosamente não sucede com rici.
    Porque raio é que o CD iria propor uma pena a José Maria Ricciardi?
    É com cada uma que se lê...

    ResponderEliminar
  3. Existem órgãos de controle nas sociedades que deveriam estar lá para alguma coisa , penso eu de que o resto é dar no google

    ResponderEliminar
  4. Bom post... É mesmo "O fim da inocência"...

    Se há coisa (priceless) que o futuro atribuirá a esta direção é ter despertado as mentes dos labregos, como nós...!!!! (esse parágrafo... somos 'nós', mesmo... parece lido do meu pensamento, da minha autocritica) Nem mais.... (mas não somos só nós, os dois.... Agora é muito fácil dizer... Ah e tal...!!! eu sabia...!!! Sabiam uma porra... quando o croquete ganha um campeonato logo no arranque...!!! Quem é que imaginou que o caminho não era aquele....!!! Depois veio o senil... e mais um título... Bolas... 2 em 3...!!! Agora é que é....!!! O futuro é nosso....!!! Pois... mas NÃO FOI...!!!)

    MAS VAI SER...!!!

    O nosso amor a este clube era, e é, tal que assinávamos de cruz.... ESSE TEMPO ACABOU...!!! Para mal dos pecados.... deles....!!!

    SL

    ResponderEliminar
  5. http://www.maisfutebol.iol.pt/made-in/direitos-imagem/cristiano-ronaldo-vende-direitos-de-imagem-ao-dono-do-valencia

    ResponderEliminar
  6. Javardeiro,
    Tens aqui mais um labrego, que batia palmas e que até dizia - agora é que é, vamos voltar ao Sporting de antigamente!. Mas que grande burro, urso e otário que fui. A culpa também é minha. No dia em que o Santana Lopes entrou, perdi o encanto e desde aí for sempre a descer - os olhos iam-se abrindo e cada vez percebia que estavamos a saque. Tudo bons compadres a roubar com estilo e sem remorsos. No pior dia da nossa história (com a eleição forjada do sujeito que agora foi bem expulso), temi o pior. Felizmente existe gente nas nossas fileiras do calibre de Miguel Paim e André Patrão. Um obrigado a eles, do fundo da alma. Estes serão para mim (e para sempre), os verdadeiros refundadores do Sporting. Felizmente que BdC tem garantido, pelas suas palavras, actos e resultados que esse legado irá perdurar. Estamos de volta, habituem-se. Em breve passaremos esta página horrível da nossa história, então o futuro será nosso.
    (Kadechima)

    ResponderEliminar
  7. A minha inocência já foi há umas semanas...
    Posso estar a ser tendencioso... porque apoio bastante esta direção mas a questão do Marco Silva tirou-me a inocência. Se por um lado acho o processo sacana, por outro concordo...
    Perdi a inocência porque podia ficar orgulhoso de sermos uns cavalheiros e termos dado ao MS a indemnização devida... mas ia voltar a sentir que fomos uns totós se lhe dessemos 2M para o bolso e ele na semana a seguir estava a assinar por outro rival, todo contente.
    Numa relação a culpa é sempre dos dois!
    SL
    Basco "O Leão"

    ResponderEliminar
  8. Vou ser sincero, deixei de ser sócio no dia em que o Santana Lopes fez aquele golpe de Estado. Era estudante e não paguei mais a cotas. Já adulto deveria ter voltado a ser sócio e um voto que seja deveria ter lá ido votar contra os roquetes dos quais nunca me identifiquei. Culpa minha e de todos como eu ou votaram neles ou nunca votaram.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fazes falta Nuno José. Fazes falta.

      Eliminar
    2. Não mencionei, já sou sócio outra vez faz dois anos :)

      Eliminar
  9. Estas ultimas semanas marcam de forma indelevel a mudança preconizada po BDC no SPORTING e no futebol português.
    A contratação de JJ ao carnide, a expulsão de Godinho Lopes e agora o sorteio dos árbitros.(Não esquecer a DOYEN etc etc etc).
    PREPAREM-SE O LEÃO ACORDOU…E ESTÁ COM FOME…MUITA FOME!

    ResponderEliminar
  10. A expulsão de Godinho Lopes de sócio não me faz sentir vingado, feliz ou ressarcido. Faz-me sentir envergonhado por ter gente deste calibre na história do meu clube e por ter, eu também, sido conivente durante anos com o Projecto Roquette.

    Muito bom.
    É isto é apenas isto.

    As pessoas têm tendência a confundir vontade de justiça com vontade de vingança, se bem que haverá pontos que se cruzam...
    Quando o Rogério Alves e a sua trupe, forem apanhados na rua e violados anal e brutamente também quero ver se vai dar o contraditório O violador... porque foi isto que fizeram ao SCP.
    Violaram o rampante de todas as maneiras e feitios ..

    Eu quero justiça, quero -a na vida real e quero-a no futebol, particularmente no SCP.

    ResponderEliminar
  11. Muitos parabéns por este post. Não é qualquer um que é capaz de uma autocrítica pública tão clara. Claro que também me incluo nos crentes enganados. Num clube é difícil estar por dentro de tudo o que se passa, a gestão financeira, patrimonial, etc. No fundo, muitos (quase todos) acreditaram porque amam o Sporting e pensavam que os dirigentes também o amavam.

    ResponderEliminar